Novas descobertas nas cavernas mais profundas da Terra não podem ser explicadas por cientistas

Algumas das descobertas científicas mais intrigantes do mundo foram encontradas dentro de cavernas antigas. Elas nos atraem porque são misteriosas, e sempre nos perguntamos o quão profundas elas podem ser. Elas nos levam de volta aos nossos ancestrais quando cavernas de pouca profundidade serviam de abrigo, mas cavernas profundas também nos assustam devido a sua escuridão sufocante.

Essas cavernas contêm cadáveres antigos, cemitérios neandertais e até formas de vida tão antigas que chocam à comunidade arqueológica. Algumas dessas cavernas contêm mistérios que a ciência ainda não conseguiu explicar. Aqui, exploramos o que o mundo da ciência conseguiu e o que ainda não conseguiu descobrir sobre essas profundezas enigmáticas. Prepare-se para a descoberta mais chocante encontrada em uma das cavernas mais profundas do mundo – você vai entender quando a vir…

Sinais da vida antiga?

Advertisements
Advertisements

Nesta caverna, os cientistas encontraram vida incorporada em cristais gigantes. Quando começaram a exploração dessa caverna em particular, não esperavam ver sinais de vida. No entanto, a vida que encontraram suspeita ter algo em torno de 50.000 anos.

A caverna onde eles encontraram essa vida estava localizada em Naica, no México. Essas bactérias e outros micróbios prosperaram na caverna, digerindo minerais como ferro e magnésio que existiam nas formações de cristais. Acredita-se que a descoberta dessas bactérias amplia a gama de condições nas as quais acreditamos que a vida seria capaz de florescer. Poderia ser essa a descoberta que ajuda os cientistas a descobrir a vida apresentada em condições extremas em outro planeta?

Advertisements
Back to Top